Maria Clara Fagundes

14 fev 2014
Dica: eReaders!

| post por:
| Maria Clara Fagundes
| 27/02/2014 às 18:22
| Arquivado em: Dicas, Direito |


Oi! Hoje estou aqui pra falar de algo que talvez vocês já tenham ouvido falar ou conheçam: eReaders!

Como gosto de fazer posts mais fotográficos, vou utilizar esse meio para demonstrar pra vocês algumas diferenças, pra isso trouxe 3 marcas diferentes que temos aqui em casa.

Primeiro, os eReaders têm uma semelhança muito grande com os, agora tão famosos, tablets. Mas a diferença crucial é: Eles, no geral, não possuem iluminação própria. Sua tela é como a folha de um livro.. Geralmente fosca, um pouco acinzentada e as letras têm um tom cinza quase preto. Ao pegar um eReader no escuro, ligado, algumas pessoas estranham: não dá pra enxergar sem iluminação! Pois é.. O que eu tenho comprei, acredito, a mais de dois anos e no início foi engraçado ver que não possuía luz.

Esses são, em sequencia, o: Kobo Aura HD e o Positivo.

O Kobo Aura HD (distribuído pela livraria cultura) é mais recente e tem uma qualidade superior ao Positivo (distribuído pela livraria saraiva). Ele também possui a tecnologia de iluminação LED que o Positivo não possui por ser mais antigo. O Kobo é totalmente touch enquanto o Positivo, apesar de também ser touch, traz, além disso, os botões, sendo uma outra opção além da tela sensível a toque.

Para mostrar a vocês melhor, trouxe algumas fotos que tirei do Kobo no escuro, com iluminação oscilando do mais claro ao menos claro. Ele fica com uma luz muito baixa, portanto se você precisar, em algum momento, ler num local muito escuro sem doer a vista ou chamar atenção: ele é perfeito! Nas fotos, lógico, não dá pra ver tão bem, mas aí vai:

1. meia iluminação 2. iluminação total 3. iluminação mínima e 4. iluminação máxima com luz de fundo.

O outro modelo que trouxe foi o Sony PRS 700. Não lembro quem veio primeiro: ele ou o positivo. Mas foi, se não o primeiro, um dos primeiros eReaders a vir com algum tipo de iluminação, por isso vocês podem ver que a iluminação dele não é na tela inteira. Com as luzes apagadas até que dá pra enxergar bem. Mas a tela dele infelizmente não é totalmente fosca, por isso a qualidade da leitura não fica tão boa à luz do dia.

Sony PRS 700

Ele é um pouco mais pesado e mais bonito também. O formato dele por inteiro tem um estilo de HD externo.

Ele acompanha também uma canetinha que esqueci de fotografar. Como não o utilizo muito não tirei muitas fotos com ele. Já existem eReaders da Sony muito melhores, vale a pena conferir.

Bem, então vamos falar do Kobo Aura HD:

Como vocês podem ver ele é um pouco mais grosso que os outros eReaders. O formato que ele traz atrás é confortável para segurá-lo e bonito. As outras cores também são muito lindas, vocês podem conferir mais nesse link da Livraria Cultura. Existem outras opções Kobo. Apesar do Aura HD ter uma qualidade superior a todos os outros eReaders do mercado (ao menos dos que eu conheço, superando até mesmo o famoso Kindle), ele tem um preço mais elevado, custando R$659 à vista.

Positivo Alfa

Trouxe o livro Crepúsculo como exemplo por tê-lo no Positivo e no Kobo. Esse eReader é bem antigo, mas ele é muito bom e é o meu queridinho. Ele também tem conexão wifi (depois posto uma foto dele em algum site). Ele toca músicas, tendo a opção de fone de ouvido.
O Positivo Alfa é distribuído no Brasil pela Saraiva. Apesar de, como já citei, não ser o melhor eReader do mercado não sinto vontade nenhuma de substituí-lo. Ele supre todas as minhas necessidades com muita qualidade.

Essa é uma foto dos dois eReaders “dormindo”/desligados. Ficam assim respectivamente o Kobo e o positivo. O Kobo fica com a capa do último livro que você estava lendo.

Bem, pra finalizar, o Kobo Aura HD traz muito mais detalhes com relação a leitura e organização do que o Positivo. Por exemplo: na tela de entrada (como você poderá ver abaixo) ele traz os vários livros que você esteve/está lendo com a percentagem do quanto você leu até agora. É uma função bem prática.

Conselho de vida: Eu prefiro utilizá-los sem capa, mas sempre tenha uma capa por proteção para poder carregá-lo aos lugares na bolsa/mochila sem muita preocupação.

O benefício de se ter um eReader é:

  1. valor dos eBooks geralmente são bem inferiores ao livro físico.
  2. Você encontra muitos eBooks gratuitos distribuídos por alguns sites, como é o exemplo do LeLivros.
  3. Praticidade em ter sempre milhares de livros a disposição sem a preocupação de levar muito peso ou amassar capa/folha.

Bom, é isso. Espero que tenham gostado da dica!

Se você se interessar em comprar algum eReader certifique-se de fazer uma pesquisa mais aprofundada para não se arrepender depois da escolha!

Beijos!

Comentários



Posts Relacionados



Tags: , , , , , , , ,

07 fev 2014
Resenha: Anna e o Beijo Francês!

| post por:
| Maria Clara Fagundes
| 27/02/2014 às 18:22
| Arquivado em: Resenhas, Sem categoria |


Oooooooooolá! Sim, estou super feliz por publicar essa resenha!

Trata-se de um livro de romance escrito por Stephanie Perkins, e de um dos meus livros preferidos.

O livro é da editora Novo Conceito (que está entre minhas editoras favoritas no quesito margem, fonte e espaçamento, o que sempre me deixa muito mais a vontade pra ler um livro.

Em uma resenha do skoob li algo que achei super interessante: “costumo fazer a seguinte pergunta: ele me arrancou lágrimas porque a história me emocionou muito… ou porque ela acabou? Se escolho a segunda opção, pode ter certeza de que vou reler o livro em breve e indicá-lo para todas as pessoas que eu encontrar.” Esse é um livro da segunda opção, tenho muita vontade de reler e sempre indico. Antes de conhecê-lo julguei pela capa/nome, porque o título soa bobo ou infantil e não sou muito fã de capas com pessoas. Mas foi uma bela surpresa me decepcionar com o meu pré-julgamento.

Anna e o beijo francês por Stephanie Perkins

Anna e o Beijo Francês conta a história de Anna Oliphant, que possuía uma vida estável e tranquila em Atlanta até que o seu pai, um escritor famoso, decidiu torturá-la mandá-la para a Cidade Luz para cursar seu último ano em uma escola para americanos. Logo que chega conhece Meredith, sua vizinha de quarto que a “socorre” e simpaticamente a inclui em seu grupo de amigos.

Nesse meio tempo ela conhece  Étienne St. Clair um garoto inglês e apaixonante.

Não se trata de um livro repetitivo ou clichê, ao menos não ao meu ver. A forma com que tudo acontece é bem gostosa e creio que os detalhes não exaustivos fazem com que a história seja única, por isso trata-se de uma leitura tranquila. Quando conclui a leitura do livro achei meio sem sentido o título (de verdade). Esse livro vai te fazer rir, vai te dar frio na barriga e até te fazer soltar algumas lágrimas.

Achei a autora super fofa , ela sempre trabalhou com livros, antes como vendedora e bibliotecária e agora como romanticista! Ela também já publicou um outro livro (alguém me dá? rs) chamado Lola e o garoto da casa ao lado.

As páginas são lindas, cheirosas e amareladas! E, como já disse, o espaçamento também é ótimo. A editora Novo Conceito realmente me conquistou, fez um ótimo trabalho.

A autora linda e de cabelo colorido 🙂

É isso! Chega de falar no quanto gostei, né? Resenhei o livro porque é, também, uma indicação. 🙂 Talvez garotas irão gostar mais do livro do que garotos, por ser Anna quem narra a história, ou seja, detalhando como ela sente e as coisas. Mas recomendo para ambos.

Para comprar o livro:

Saraiva, R$19,00 | Americanas, R$29,90 | Submarino, R$22,40 | Livraria Cultura, R$24,90 |

Como sempre aviso: Os preços podem sofrer alteração e é bom dar uma conferida nos sites quanto ao valor do frete, qual sai mais em conta.

O livro também existe em eBook, você pode encontrar em algumas livrarias citadas acima, geralmente em um valor mais em conta. Pretendo até semana que vem fazer um post sobre e-Readers (amo!).

Para acompanhar a autora: Tumblr | Blog/site | Twitter | 8 tracks |

Comentários



Posts Relacionados




06 fev 2014
Dica: Os códigos interpretados do Costa Machado!

| post por:
| Maria Clara Fagundes
| 27/02/2014 às 18:22
| Arquivado em: Dicas, Direito |


Olá, pessoas! Hoje vim com uma dica de estudo (para estudantes de direito)… Esse foi o primeiro post relacionado à Direito que pensei em fazer, o que me inspirou para fazer o primeiro post que eu realmente fiz.. E preferi deixar esse para depois! 🙂

Bem, aqui vou apresentar hoje pra vocês os meus queridinhos: Códigos interpretados, artigo por artigo, parágrafo por parágrafo do Costa Machado.

 

 Eles são como você pode ver na imagem a baixo: Vem o caput do artigo e abaixo o comentário, a interpretação, explicando o que o legislador quis dizer, ou com o que está relacionado, ou até mesmo conceituando uma ou outra palavra. Logo após, caso o artigo possua, vem incisos, alíneas, parágrafos, todos devidamente comentados separadamente. É ótimo para compreensão, principalmente se você em alguns momentos tem dificuldade de compreender o que exatamente aquele texto quis dizer ou a que se refere:

Eu sempre gosto bastante de escrever/riscar/marcar e relacionar um artigo com o outro. Uma outra observação é que o código aberto acima é o de Processo Civil 2013, vocês podem notar que tem escrito: “Vide Projeto de CPC artigo tal“, isso é o projeto de novo código que está em andamento, ele traz o novo código no fim do livro, onde você pode encontrar o mesmo artigo que está lendo porém atualizado conforme a localização e a nova redação do projeto do novo CPC.

O primeiro interpretado que comprei foi esse, de direito civil. Ele estava em promoção, comprei por apenas R$30,00! Comprei não só pelo preço, mas por uma rápida recomendação de um rapaz que passava na hora.. E desde então não o larguei e quis comprar todos! rs

Os que mais uso são o de Direito Civil e Processo Civil (são muito bons). O da CF não uso muito e o da CLT comprei no final do ano passado, portanto ainda não o conheço bem.

LÓGICO que os interpretados não devem tomar o espaço do código seco. Você deve se adaptar à lei e tentar buscar conhecimento para interpretar sozinho.. CASO não consiga tenha um interpretado para te auxiliar! Muito útil, super recomendado.

Para comprar você pode procurar uma livraria perto da sua casa, ou pode encontrar nos seguintes links:

SARAIVA: 

CLT, 2014: R$89,90 | Penal, 2014: R$78,00 | Código Civil, 2014: R$96,90 | Constituição Federal, 2014: R$98,90 | Processo Civil, 2014: R$110,90

ATENÇÃO: HOJE A SARAIVA ESTÁ EM PROMOÇÃO COM DESCONTO PROGRESSIVO de 10% a 15% de desconto em todos os livros de direito! (:

OBS.: Existem códigos interpretados além dos que estão presentes nos links acima.

Só encontrei os códigos atualizados 2014 no site da Saraiva. Mas não há problema em comprar um de 2013, creio que não mudou muita coisa e continuo utilizando normalmente o de civil(que é de 2011), sem prejuízo.

Espero que o post tenha servido aos estudantes ou pessoas que pretendem cursar direito futuramente!

Comentários



Posts Relacionados



Tags: , , , , , ,