Maria Clara Fagundes

02 mar 2014
Resenha: A probabilidade estatística do amor à primeira vista

| post por:
| Maria Clara Fagundes
| 27/02/2014 às 18:22
| Arquivado em: Galera Record, Resenhas, Sem categoria |


Atrasos, atrasos, atrasos: Quem nunca se atrasou pra um compromisso importante?

Ok, mas quem consegue perder de um vôo por um atraso mínimo de quatro minutos? Hadley é a sortuda. Uma garota de 17 anos, filha de pais divorciados, que está sendo praticamente obrigada a ir ao casamento de seu pai com uma mulher que ela nem ao menos conhece e nem queria conhecer. Charlotte é a noiva, que seu pai, ao se mudar para Oxford para lecionar, se envolveu e acabou “abandonando” a família de vez.

Além do pai resolver tudo isso por si só, agora decide se casar e Hadley se vê tendo que passar horas em um vôo chato para ir a um casamento indesejado. Por causa de quatro minutos Por força do destino ela perde o vôo e conhece um garoto chamado Oliver, um rapaz misterioso e interessande de 18 anos, que não só mexe com os sentimentos de Hadley, mas faz com que todas as longas horas de viagem se tornem bem mais interessantes. Ao longo do livro acontecem algumas coisas “imprevisíveis” aos personagens.. E acho que não vou contar mais para não se tornar um spoiler, visto que o livro não tem muito conteúdo.

Já vi muitaaas resenhas positivas do livro, por isso me sinto triste em fazer uma num sentido bem negativo. Os diálogos são curtos e sem desenvolvimento. A proposta do livro é bem interessante.. A capa é sugestiva tanto quanto o nome e acredito que tudo poderia ter sido contado de uma maneira bem mais interessante.

Ler esse livro me deu a sensação de ler um de menos de 50 páginas, a leitura é leve e a história se passa em apenas 24h. Li muitas resenhas positivas sobre o livro mas, para mim, não é um livro tão encantador.. Achei bem infantil, super rápido e muito superficial não só a história mas também como foi contada. Tenho a sensação de que se eu tivesse lido o livro com 12 anos teria me apaixonado completamente. Mas é uma questão de gosto/opinião. Quem me conhece sabe que amo livros YA (young-adult) mas, apesar de já esperar uma leitura extremamente leve e bem clichê, eu realmente não esperava que a história fosse tão fraca.

As folhas são amareladas ♥ e o espaçamento é bom. Como se pode ver: é pouco conteúdo por página, ou seja, o livro é realmente bem pequeno.

Será que é possível, de repente, descobrir o tipo de que você gosta,
mesmo quando se acha que nem tem um tipo? (Página 37)

Editora: Galera Record, 2013. Páginas: 222. Nota: 2/5

Apesar de possuir mais de 200 páginas é um livro bem pequeno como você pode visualizar nas imagens, além de bem fino. Dá pra ler ele em um dia tranquilamente.

Bom, é isso! A dica é: Compre o livro, talvez você discorde absolutamente de tudo que eu disse! (como parece ser a opinião da maioria das pessoas que resenharam no skoob)

Beijos!

Comentários



Posts Relacionados



Tags: , , , , ,

01 mar 2014
Resenha de Seriado: Reign

| post por:
| Letícia Lima Neres
| 27/02/2014 às 18:22
| Arquivado em: Resenhas, Seriados |


Na foto em primeiro plano :Francis,futuro rei da França e Mary Stuart, rainha da Escócia.

Oi pessoal! Primeiramente, é um prazer fazer parte desse blog lindo. Me chamo Letícia e tenho 16 anos. Sou série e livro maníaca e até ouso escrever. Amo escrever, amo ler e amo ver um bom livro virando um bom filme.  Por isso, e por outras coisas, será ótimo fazer parte da equipe. Resumidamente, meus posts serão sobre livros, séries e filmes, já que não me considero fashionista o bastante pra falar sobre moda. Meu estilo é um pouco mais diferenciado, mas quem sabe eu faça um post sobre como amo usar meu coturno e minha mãe odeia isso. E mais uma coisa, tenho uma paixonite por pelo menos um personagem em cada série que assisto e até nas que já acabaram (Chuck Bass, seu lindo.)

Bom, lá vamos nós!

Pra começar, nada melhor que falar da minha série favorita : Reign (reinado). O enredo decorre sobre a vida da personagem principal Mary Stuart, Rainha da Escócia. Sim, é uma série de época  que se passa no século XVI.

Mary Stuart, rainha da Escócia.

Mary está noiva de Francis ( príncipe herdeiro da França) desde que completou seis anos de idade, quando foi entregue por sua mãe a corte francesa. Por sua segurança(sua vida está ameaçada pelos ingleses), o rei Henry e a rainha Catherine a mandam para o convento onde ela cresce e vira uma linda mulher. Certo dia, em uma das refeições, uma das freiras morre envenenada e Mary é enviada de volta a corte. Ela não via suas amigas (damas de companhia ) e Francis desde que havia sido levada.

Ao chegar no castelo se surpreende com uma realidade: Francis não está interessado em se casar com ela se isso significa que a França terá que se aliançar a um país tão fraco como a Escócia. Assim, nos primeiros episódios ele é um crápula e a trata mal. Porém, ele a ama e não consegue, mesmo querendo tanto, colocar as necessidades do país a frente das necessidades de seu coração.

Outra coisa, assim que Mary chega, Nostradamus, adivinho da corte, tem uma visão em que o casamento da Rainha da Escócia com o futuro rei da França custaria a vida de Francis. Imediatamente a rainha Catherine começa seus planos mirabolantes para impedir o casamento, justo quando os dois estão mais apaixonados que nunca e a Escócia mais precisa do apoio francês.

A série é cheia de drama (ganhou People’s Choice de série de drama neste ano) e principalmente de lindos nobres com roupas lindas e calças apertadas. O meu preferido é o Sebastian (Bash), filho ilegítimo do rei Henry com sua amante Diane. Essa foi justamente uma das coisas que mais me chocaram: o rei tem uma amante oficial que mora no palácio e Bash é seu filho favorito.

Respectivamente: Kenna,Lola,Greer ,Mary e Gwen, damas de companhia de Mary. Reparem em suas caras em choque por ver a entrada triunfal do rei e sua amante.

 

O bom é que a série agora que está no meio da primeira temporada, ou seja, qualquer um pode facilmente acompanhar!  É exibida no canal CW, depois de The Vampire Diaries. Como tenho dificuldade pra acompanhar pelo canal, prefiro baixar e ter todos os episódios guardados no computador pra eu poder assistir quantas vezes quiser. Assumo que quando a série entrou em hiato, tempo em que os atores estão de recesso devido aos feriados, assisti os oito episódios, até então lançados, três vezes. Não, não consegui abusar, só querer logo que o outro episódio saísse.

 

Minha cena favorita,quando Bash beija Mary. Na verdade, ela o beija. Devo dizer que ambos estavam sob efeito de álcool e ela havia acabado de ser decepcionada por Francis. Ao pedir desculpas a Sebastian por tê-lo beijado ela diz: “Eu não deveria ter feito isso.” e ele responde :”Você está certa. Eu que deveria.” Gritei horrores !

O triângulo amoroso é interpretado por Adelaide Kane (Mary), Torrance Coombs (Sebastian) e Toby Regbo (Francis).

A série é super fácil de encontrar pra baixar. Você pode pesquisar no Google “Reign download” e ser feliz. Eu baixo pelo B2-shared  ,mas pra isso vocês precisariam se cadastrar .

Espero que gostem. Não se apaixonem pelo Bash por que ele é meu .

Beijinhos.

Comentários



Posts Relacionados



Tags: , , , , , , , ,

25 fev 2014
(Re)organizando o quarto! ♥

| post por:
| Maria Clara Fagundes
| 27/02/2014 às 18:22
| Arquivado em: aletórios, Dicas, Sem categoria |


Oooooolá! Depois de alguns dias sumida reapareci para contar um pouco sobre o meu domingo.

Como já comentei no meu flickr quando eu postei essa foto, gosto de no domingo parar pra “disciplinar” a bagunça do quarto.

Dessa vez o alvo foi a estante. Tenho 2 estantes para livros: uma com quatro quadrados que fica acima do meu baú grande e essa da foto acima (:

Na maior eu sempre preferi guardar os livros de estudo por serem grandes e em maior quantidade. Mas dessa vez decidi fazer diferente. Minha estante de livros já estava lotada enquanto a parte dos livros de direito haviam vários mas muitos que eu não usava mais. Decidi trocar tudo de lugar pra ficar mais organizado e caber os novos que estão para chegar!

A outra estante já estava cheia, por isso coloquei em outra posição:

Depois ♥:

Para limpar móveis brancos vai uma dica extremamente simples (ainda não estou muito informada sobre o tema):

SEMPRE procure utilizar panos totalmente brancos! Qualquer coloração corre o risco de ficar no móvel. Utilizei o mesmo paninho (levemente úmido) para limpar a capa de alguns livros:

Essas semanas estou tendo provas, por isso fiquei sem tempo para organizar as dicas de estudo que me pediram!

Se você quer acompanhar as atualizações do blog, curta a página do blog clicando aqui

Beijos

Comentários



Posts Relacionados



Tags: , , , ,